Início Mundo Piscina Segurança nas piscinas Higiene na piscina: medidas básicas

Higiene na piscina: medidas básicas

3 minutos de leitura.

Para não fazer da piscina um ambiente de transmissão de doenças e facilitar também para o responsável pela limpeza, é interessante tomar alguns cuidados relacionados à higiene na piscina.

É sempre bom lembrar que além da importância social da piscina, a piscina tem sua importância sanitária.

Ignorando a importância da piscina, especialmente sob o viés sanitário, podemos pegar e transmitir uma série de infecções na piscina.

Pensando nisso, reunimos algumas das medidas preventivas de higiene na piscina e precauções a serem tomadas para reduzir a proliferação de micro-organismos como algas e bactérias na piscina e mitigar os riscos de pegar algum tipo de doença.

Medidas de higiene na piscinaMedidas de higiene na piscina

  1. Não nadar se estiver com alguma doença transmissível (e não permitir que quem tenha este tipo de enfermidade utilize a piscina);
  2. Também não utilize a piscina caso esteja com diarreia;
  3. Não consumir comidas nem bebidas na piscina;
  4. Evite engolir água da piscina;
  5. Use a ducha antes e depois da piscina. Lembre-se da importância da ducha da piscina;
  6. Se usar o banheiro antes de entrar na piscina, é imprescindível lavar muito bem as mãos.

Higiene nas piscinasHigiene de crianças na piscina

  1. Mantenha atenção redobrada com as crianças de fraldas;
  2. Leve-as com frequência ao banheiro e cheque as fraldas;
  3. Troque as fraldas em um lugar apropriado, e nunca perto da piscina;
  4. Antes de nadar, é imprescindível dar um banho com água e sabão nas crianças.

Quando o assunto é higiene na piscina, é muito importante que cada um faça sua parte.

O mal comportamento de uma única pessoa pode contaminar a piscina e transformá-la num ambiente propício para algas e bactérias.

Dentre as bactérias que podem se desenvolver na piscina, várias podem causar doenças! Confira nosso texto onde falamos a cerca destas infecções que podemos pegar na piscina.

Higiene de crianças de fraldas na piscinaFique atento às regras básicas de higiene na piscina e garanta que todos os banhistas façam o mesmo. Este comportamento pode fazer a diferença entre uma piscina cristalina saudável e uma outra piscinas sem condições de uso!

Agora voltamos aquele papo de sempre, que você já deve estar “careca de saber”… Conte com uma empresa especializada em limpeza de piscinas para cuidar da sua!

Empresas especialistas em limpeza de piscinas podem realizar o trabalho duro e te entregar a piscina sempre pronta para o uso.

Mas caso você mesmo resolva cuidar de sua piscina, não deixe de ler nosso Manual passo-a-passo para iniciantes em limpeza de piscinas.

Esperamos que tenha gostado do artigo! Adicione nosso site em seus favoritos e se quiser passar a palavra adiante, compartilhe nas redes sociais!

Se ficou alguma dúvida com relação à higiene na piscina ou relacionada à qualquer outra coisa no universo das piscinas, utilize o campo de comentários logo abaixo para iniciar a conversa! Estamos sempre prontos para conversar!

O conteúdo desta página é de direito reservado. Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização do autor. Crime de violação de direito autoral – artigo 184 do Código Penal – Lei 9610/98 - Lei de direitos autorais.

2 COMENTÁRIOS

  1. Achei básico, mas seria interessante alertar a população sobre a questão de usuários nadarem com seus cães dentro da piscina, pois me parece que as pessoas não atentaram aos riscos de contaminação que pode existir, ora, se cuidados devem ser atentados às pessoas que vão ao sanitário e devem lavar as mãos, eu diria que seria mais coerente tomarem um banho completo antes de entrar novamente na piscina novamente, porque urinar é uma coisa mas defecar é outra, desta forma é melhor generalizar, acrescentando a proibição de cães frequentarem o mesmo ambiente. Como gera polêmica é importante fundamentar.

    • Grande Alexandre! Obrigado pelo comentário!
      É por isso que se faz obrigatória a manutenção de um residual de cloro livre em piscinas, querido.
      O teor de cloro livre é necessário justamente para eliminar, antes de qualquer contaminação, qualquer patógeno que possa vir do corpo de um cão que entre em contato com a água, por exemplo. Enquanto a piscina estiver com pelo menos 1 PPM de cloro livre, o uso está seguro com cães ou sem cães, ok? Qualquer dúvida que permanecer, fale conosco aqui! Grande abraço!

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Favor inserir seu comentário!
Favor inserir seu nome aqui.