Início Tratamento de Piscina Quando o cloro não é suficiente…

Quando o cloro não é suficiente…

4 minutos de leitura.

Hoje eu venho falar pra você, que trata de sua piscina somente com o cloro!

Muitas pessoas tem comentado aqui no site reclamando da falta de cristalinidade da piscina.

Aí já numa primeira análise, percebe-se que a piscina recebe uma multidão de banhistas, fica aquecida à uma temperatura de 39 graus, sob o sol, e etc…

Não dá pessoal! Chega uma hora que o cloro não é suficiente para tratar da piscina!

Não sabia disso? Ok, vamos conversar…

Cloro de piscinaQuando o cloro não dá conta de manter a piscina cristalina

Já escrevemos um artigo com uma dica de ouro para manter a piscina cristalina e saudável: “Como manter a água da piscina cristalina e saudável“.

Neste texto eu simplesmente recomendo a utilização de cloradores flutuantes, geralmente chamados de margaridas, ou flutuadores, para ajudar na manutenção do nível de cloro durante o intervalo entre as adições manuais de cloro granulado.

Cloro para piscinaCom este texto você já percebe que na realidade, o principal fator que determina se a água permanece cristalina ou começa a ficar turva é realmente o nível de cloro.

Contudo, o poder de oxidação do cloro tem um certo limite. Ele não age instantaneamente e muito menos tem um poder desinfetante infinito.

Apesar de existirem alguns cloros que são teoricamente concentrados, no mercado chamados de “Cloro de Linha Premium”, não existe nenhum cloro que seja super-herói!

Existem na realidade muitos ambientes onde o cloro sozinho não vai dar conta de manter a piscina cristalina e saudável.

Vou exemplificar aqui com um comentário que recebemos com um caso deste:

Minha piscina tem 80 mil litros, fica em ambiente fechado, aquecida a 38 graus e mantenho a faixa ideal de cloro o dia todo, pH e Alcalinidade também. Só que quando usam o dia todo a piscina no final do dia ela fica turva opaca e continua clorada. Enfim, tenho que ficar jogando sulfato e barrilha tratamento de choque para decantar, queria que ficasse clarinha o dia todo mas não fica. Eu também jogo eliminador de oleosidade e oxidante o2 da Multiclor. O motor do filtro fica ligado 12 horas por dia e 2 vezes por dia é lavado a areia que foi trocada a 5 meses. Minha pergunta é: se o pH, a alcalinidade, o cloro e o filtro estão ok, porque a piscina fica opaca e turva no final do dia?

Ora, gente! Justamente por isso!

Uma piscina nestas condições tem pelo menos dois fatores que, separadamente já seriam suficientes para dificultar a vida do tratador que utilizar somente o cloro…

A temperatura da água

Que piscina fica a 38 graus sem ficar turva?

Na verdade pode até ficar, mas não uma tratada somente com cloro.

Só com cloro é bem complicado de manter uma piscina nessa temperatura pois como a água evapora, o cloro tende a ir junto rapidamente e dentro de algumas horas o teor de cloro livre já foi para o brejo!

A intensidade do uso da piscina

Um outro fator que dificulta a ação do cloro neste ambiente é a intensidade da utilização da piscina.

O cloro sozinho não dá conta de manter a cristalinidade de uma piscina muito utilizada.

O corpo das pessoas leva muita sujeira pra dentro da piscina!

É suor, saliva, lágrimas, células mortas, fios de cabelo, poeira, terra, pelos, urina e tudo mais que você pode imaginar!

O que fazer quando o cloro não é suficiente

Desinfecção UV para piscinasA solução para piscinas como esta, é a utilização de métodos de desinfecção auxiliares.

Continuar utilizando o cloro, entretanto com o auxílio de algum outro agente que contribua na desinfecção.

Podemos utilizar, por exemplo, um sistema de desinfecção ultravioleta.

É um aparelho relativamente barato, que trabalha de maneira completamente automatizada e não requer manutenção periódica.

Uma segunda alternativa para estes casos onde o cloro não dá conta do recado é a utilização de geradores de ozônio para manter a piscina cristalina.

Gerador de ozônioEntretanto, adquirir um gerador de ozônio não é uma tarefa muito fácil tendo em vista a grande quantidade de equipamentos de baixa qualidade no mercado brasileiro.

Recomendo que pesquisem bastante, entrem em contato com pessoas que já tenham o produto para certificar que ele realmente funciona antes de comprar.

Como se não bastasse, ainda temos uma terceira opção quando o cloro não dá conta da piscina: os ionizadores.

Existem no mercado uma gama de equipamentos que trabalham com a desinfecção de piscinas utilizando íons de cobre e prata.

São excelentes, com todos os benefícios do cloro e sem nenhum de seus efeitos colaterais. Também recomendo fortemente!

Bom, espero que você tenha gostado do texto e que agora saiba o que fazer quando detectar que o cloro não está sendo suficiente para tratar de sua piscina também!

Para sanar qualquer dúvida que tenha ficado, utilize o campo de comentários logo abaixo pois sanando a sua dúvida podemos ajudar não só você mas toda a comunidade!

Grande abraço e até a próxima!

O conteúdo desta página é de direito reservado. Sua reprodução, parcial ou total, mesmo citando nossos links, é proibida sem a autorização do autor. Crime de violação de direito autoral – artigo 184 do Código Penal – Lei 9610/98 - Lei de direitos autorais.